Tripp pedala, enquanto Bowen mantém o guidão do tandem, desenhando amplos círculos na pista da tenda lotada de público, que explode em risadas às brincadeiras deles: "Hey Bowen, cuidado onde pões os pés!" "Tripp, não me toques!" Em si, não seriam piadas tão divertidas, se não fosse que Bowen era um acrobata sem pernas, e Tripp nasceu sem braços.

O circo tem sido povoado por pessoas como Tripps e Bowen, caracterizadas por peculiaridades físicas incomuns, apelidadas de "freaks" pelos americanos, termo usado mais tarde por Tod Browning como título para o seu famoso filme de 1932.

Um termo injusto, esse, que pressupõe uma divisão entre o que é considerado normal e o que não entra nos limites dessa definição: muito preferível é, em vez disso, o título que Frederick Dimmer escolheu para o seu livro "Very Special People", sobre as vidas surpreendentes e muitas vezes inspiradoras de muitos deles.

Trata-se de histórias de pessoas que escolheram transformar o que a massa consideraria como um defeito, na sua maior fortuna. Indivíduos que decidiram se levantarem e lutarem, recusando-se a se por ao lado para seguir as regras do rebanho, e quem ganharam.

Essas histórias inspiraram o mais recente projecto artístico, em desenvolvimento, da pintora italiana Elena Valsecchi, que será apresentado pela primeira vez no dia 7 de Setembro na Galeria Beltrão Coelho em Lisboa, juntamente com o trabalho da excelente artista portuguesa Filipa Silveira.

"As minhas últimas pinturas são inspiradas pelo mundo do circo, uma metáfora bonita e viva para vários aspectos da vida. As histórias exemplares dessas 'Maravilhas Humanas' entraram recentemente neste meu universo, sendo para mim um símbolo da batalha contra a natural tendência humana para a uniformidade, agora amplificada pelos médias e, em particular, pelas redes sociais. Penso que todos deveriam, já em criança, ser educados e educar-se para valorizar as suas próprias peculiaridades, sem se julgar de acordo com os parâmetros comummente aceites e, acima de tudo, sem se comiserar. Este projecto, ainda em andamento e pela primeira vez em exposição, junto com outras pinturas relacionadas à imagem do circo, quer ser um convite para reconsiderar-se e libertar-se do julgamento, para viver uma vida plena como a experimentada pelos protagonistas dessas histórias ".

 

A série "Maravilhas Humanas" de Elena Valsecchi estará em exposição junto com outras séries da mesma autora e com as obras da artista Filipa Silveira na Galeria Beltrão Coelho, Rua Sarmento de Beires, 3A, Lisboa (Areeiro).

 

A inauguração, aberta ao público, será na quinta-feira, 7 de Setembro às 18h.